Não Sr. Presidente, não temos nada que agradecer a Passos Coelho! Nada!

Nacional

Vindo do lado do PS não espanta, mas é necessário mesmo assim repudiar os circunstancialismos mentirosos. Ainda que, além de palmos de terra, os portugueses tenham o hábito de deitar elogios para cima dos esquifes, não se pode aceitar tal “rito” vindo de um presidente da AR. Enquanto foi deputado ou primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho nunca “serviu a causa pública”! Nunca!

Pelo contrário, no exercício das suas funções, atacou sempre e o mais que pôde o Estado e os serviços públicos. Pugnou pelas privatizações de serviços essenciais, beneficiou o grande capital privado, condenou o povo a quatro anos de precariedade, cortou pensões, apoios e reformas, arruinou a vida de muita gente, desgraçou milhares de pequenas e médias empresas, foi peão da banca, dos banqueiros, da senhora Merkel e do BCE.

Foi, enquanto era ainda deputado, o cidadão que “se esqueceu” de pagar 5 anos de contribuições à Segurança Social, e enquanto primeiro-ministro o responsável que protegeu banqueiros enquanto mandava os jovens emigrar. O país nada deve, nem nenhuma consideração deve ter por Passos Coelho ou qualquer governante PSD/CDS do anterior governo. Foram anos negros que não serão branqueados, nem esquecidos! Nem mesmo que este PS queira ajudar a que isso aconteça, o que, pelos vistos, parece ser o caso!

6 Comments

  • Nunes

    10 Março, 2018 às

    Eu nem quero acreditar nisto, porque creio que Ferro Rodrigues ao fazê-lo comportou-se como uma pessoa imprestável. Foi como que agradecer a Pedro Passos Coelho pelos inúmeros suicídios na nossa sociedade, desde que foi primeiro-ministro; foi como agradecer aos inúmeros despejos pela lei de Assunção Cristas; pelos sucessivos aumentos de impostos; e pelas incontáveis mentiras e disparates que Pedro Passos Coelho foi dizendo, à medida que se alongava o seu tempo como governante.
    Ao fazer este grande disparate, Ferro Rodrigues desenquadrou-se dos princípios, dos valores e do espírito de Abril.
    Posso até chegar à conclusão que alguém que se presta a fazer aquilo que Ferro Rodrigues fez no parlamento, é um verme.

  • Jose

    2 Março, 2018 às

    Tanta treta só pode vir de quem acredita que assaltar é que resolve os problemas.

  • José Vultos Sequeira

    1 Março, 2018 às

    Inteiramente de acordo, Ivo.

  • lolita

    1 Março, 2018 às

    Falsos e hipócritas, os portugueses não lhe devem senão miséria e miséria

  • Unknown

    28 Fevereiro, 2018 às

    Que grande múmia…é outro Assis!

  • Unknown

    28 Fevereiro, 2018 às

    Brilhante, meu caro Ivo !

    João Pedro

Comments are closed.