Leitura #3 – A Revolução de 1905

Teoria

1905 é o ano da primeira grande Revolução Russa, uma Revolução contra o autocracia czarista, onde o proletariado teve um papel fundamental. A Revolução será derrotada. Muitas das extraordinárias conquistas de 1905 serão destruídas pela contra-revolução. Mas nada ficaria como antes. Na luta, aprendeu o Partido, aprendeu a classe, aprendeu o povo. Como sublinhou Lénine em 1910, no final das suas «Lições da Revolução»: «Nenhuma força no mundo impedirá o advento da liberdade na Rússia quando a massa do proletariado das cidades se erguer para a luta, afastar os liberais vacilantes e traidores, conduzir atrás de si os operários rurais e o campesinato arruinado.»

Doze aos mais tarde, o proletariado irá ainda recuperar da Revolução de 1905, os «Concelhos», em russo os «Sovietes», onde Lénine apontará a forma concreta e nova do Estado dos Trabalhadores, da Ditadura do Proletariado (o que veremos mais à frente). Escolhemos hoje quatro curtos textos, dois escritos em 1905, que abordam aspectos concretos do amadurecimento do próprio Partido, e dois textos onde Lénine aponta algumas lições a serem retiradas, um de 1906 e outro de 1910.

«A Organização do Partido e A Literatura de Partido»:
(http://dorl.pcp.pt/images/classicos/T10T005.pdf) em PDF
(https://www.marxists.org/portugues/lenin/1905/11/13.htm) em HTML

«O Partido Socialista e o Revolucionarismo sem Partido»:
(http://dorl.pcp.pt/images/classicos/T10T014.pdf) em PDF
(https://www.marxists.org/portugues/lenin/1905/12/02.htm) em HTML

«As lições da Insurreição de Moscovo»:
(http://dorl.pcp.pt/images/classicos/T11T033.pdf) em PDF
(https://www.marxists.org/portugues/lenin/1906/08/29.htm) em HTML

«As lições da Revolução»:
(http://dorl.pcp.pt/images/classicos/lenine_licoesrevolucao.pdf) em PDF
(https://www.marxists.org/portugues/lenin/1910/11/12.htm) em HTML

*Autor Convidado
Manuel Gouveia

4 Comments

  • Pedro

    09/04/2020 às 10:20

    Acho imensa graça os comunistas falarem em nome do proletariado quando a maior parte são pequeno-burgueses, a começar pelo Lenine, Trotsky, Marx. Já o Engels era mesmo da alta burguesia.

    Tudo ditadores burgueses a oprimir o proletariado usurpando o nome do mesmo.

    Passado pouco tempo da subida ao poder dos bolcheviques já estavam a reprimir greves operárias e revoltas camponesas, como vimos fazer até ao fim do comunismo com a repressão do governo comunista polaco contra o sindicato solidariedade.

    • Nunes

      09/04/2020 às 17:29

      Estás muito mal informado. Além disso, não fizeste uma boa investigação daquilo que foi o sindicato chamado «solidariedade» (foi tudo menos isso).

      Trata de te informar e provocar menos.

    • Manuel Gouveia

      10/04/2020 às 12:27

      Que incompetência! Como é que se estraga uma provocação com um exemplo concreto como o Solidariedade?????? O Solidariedade??? Assim não te pagam pá…

  • Nunes

    08/04/2020 às 16:33

    Assassinato de um tenente-coronel do exército bolivariano: Ernesto Solis León

    Morto a tiro por um grupo de paramilitares colombianos no sul da Venezuela.

    Notícias aqui: https://www.laiguana.tv/articulos/700336-ejercito-bolivar-oficiales-acribillar/

    A Colômbia, através de Ivan Duque e os E.U.A. está a fazer passar mercenários, entre os civis, na fronteira de Táchira, para acometer contra alvos militares da Venezuela.

    Se em 1917, o futuro da revolução estava a acontecer na Rússia, hoje o futuro da revolução está a acontecer na Venezuela.

    Podemos informar mais e melhor aqueles que estão interessados em conhecer esta realidade (bem escondida pelos meios de comunicação social disponíveis).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *